Padre Júlio e a história da devoção à Mãe Aparecida



Padre Júlio Brustoloni


A história de Nossa Senhora Aparecida teve início há mais de 300 anos, e é graças à fé do povo e os registros apresentados nos livros que a devoção se perpetua e se expande a cada dia.

Um dos responsáveis por resgatar e documentar a história da Imagem encontrada no rio Paraíba do Sul foi o missionário redentorista padre Júlio Brustoloni.

De acordo com a coordenadora do Centro de Documentação e Memória  do Santuário de Aparecida, Dorothea Barboza, os seus livros mostram todo conhecimento nato da manifestação de Deus ao povo brasileiro, através da história do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

«O conhecimento histórico expressado nos livros do Padre Júlio Brustoloni, enriquece o nosso acervo e permite que as pessoas  conheçam e divulguem de forma fidedigna a origem da devoção, a construção do Santuário Nacional e o início do povoado e da cidade de Aparecida», relatou.

Entre as pesquisas do sacerdote, também se destaca a coleta de dados históricos da Província Redentorista de São Paulo. O 'Centro de Documentação e Memória Pe. Antão Jorge' abriga mais de vinte mil imagens, slides, filmes, negativos e inúmeros documentos textuais sobre a história de Nossa Senhora Aparecida e a vinda dos primeiros Missionários Redentoristas ao Brasil.

1 visualização
SOBRE NÓS

Somos uma paróquia com atividades espirituais e sociais, sempre clamando a Deus por um novo pentecostes e ouvindo o grito dos excluídos.

LOCALIZAÇÃO

(88) 9 9747 7581

Rua Antônio Muniz

Cruz/CE - CEP 62595 - 000

 

pascompsf2019@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2020 Paróquia São Francisco de Assis, Cruz  - Ceará , Pastoral da Comunicação .