Jovem deixou a medicina e será ordenado sacerdote


VITORIA, 24 Jul. 20 / 03:35 pm (ACI).- Neste sábado, 25 de julho, seis diáconos serão ordenados sacerdotes na Arquidiocese de Vitória (ES), entre eles, Ricardo Passamani, médico que ouviu o chamado ao sacerdócio e decidiu abraçar sua vocação. O diácono Ricardo contou ao site arquidiocesano que, embora tenha sido batizado na infância, seu contato com a Igreja Católica começou de fato durante sua juventude. Recebeu o sacramento do Crisma já adulto e, nesta época, parte de sua família frequentava igrejas evangélicas, motivo pelo qual teve uma educação religiosa misturada. Mas, tudo começou a mudar quando, aos 22 anos, pretendia se casar com uma moça evangélica. Nesta época, sua mãe já era católica ativa e, por isso, houve uma “guerra” entre as duas. Passamani recordou que foi nessa ocasião que sua mãe lhe presenteou com o livro “Por que sou católico?”, do Prof. Felipe Aquino, e ele se apaixonou pela Igreja de Cristo. “Uma vez tendo me apaixonado, não por Jesus Cristo de quem eu já era discípulo, mas me apaixonado pela Igreja por ele fundada, que era a parte que eu não conhecia, eu comecei a me dedicar demais ao estudo da doutrina da Igreja Católica”, disse. O jovem relatou que “gostava de ler muito o catecismo e os escritos do papa Bento XVI naquela época”. “Durante a faculdade de medicina eu passava mais tempo lendo os escritos do Papa, do que os textos que os médicos pediam. A religião foi tomando um espaço muito grande na minha vida”, assinalou.  Depois de formado em medicina, Ricardo começou a trabalhar em um posto de saúde de Itaúnas. Segundo ele, no contato com as pessoas, percebia que eles necessitavam de algo que só a religião católica podia dar, como o sacramento da confissão. Dessa forma, encaminhava os pacientes ao sacerdote da cidade, para que fossem atendidos em confissão, o que, conforme observava, gerava uma melhora espiritual e clínica no paciente. Já em Vitória, fazia residência em infectologia quando o chamado ao sacerdócio começou a surgir mais forte. Sempre associava a medicina à religião e passou a questionar sua missão no mundo. “É muito temporário o benefício que o médico produz na vida de uma pessoa e se eu fosse padre eu poderia chegar para essa pessoa e dizer: fulano de tal eu te absolvo de seus pecados em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo, Amém. E aí podia dispensar todo mundo, cardiologista, infectologista. Não tem comparação. Foi isso que eu senti e me moveu a procurar o sacerdócio”, revelou ao site da Arquidiocese de Vitória. Natural de Conceição da Barra (ES), filho do também médico Paulo Passamani e da farmacêutica Cristiane, Ricardo sempre foi obediente ao pai e isso também foi importante no momento em que decidiu ingressar no seminário. “Nunca desobedeci meu pai em minha vida. Ele me respondeu assim quando eu disse que iria para o seminário: ‘Tenho certeza que se eu disser que não, você não vai. Mas não me sinto no direito de me opor nesse caso, porque se vem de Deus, é maior do que eu’”, contou o jovem ao site ‘A Gazeta’. Além disso, lembrou-se de uma carta que escreveu para Deus quando ainda era adolescente., na qual dizia várias coisas. “No finalzinho dela escrevi que se ele quisesse que eu saísse pelo mundo para pregar o evangelho, era só me chamar. Considero isso um fato relevante para minha decisão”. Dessa forma, em 2011, deu início ao acompanhamento com o então vice-reitor do Seminário Nossa Senhora da Penha, Pe. Márcio Ferreira, e em 2012 ingressou no propedêutico e se preparou até este momento em que será ordenado sacerdote. “Costumo dizer que não foi uma mudança de rumo tão radical, porque apenas foi dar à medicina um alcance um pouco maior, a medicina da alma”, declarou para ‘A Gazeta’, e acrescentou que “cuidar da alma, na minha maneira de pensar, é maior ainda do que cuidar do corpo, pois ela é imortal”. Ricardo Passamani será ordenado sacerdote no próximo sábado, 25 de julho, às 9h, na Catedral Metropolitana de Vitória, juntamente com os diáconos Alexandre Ferreira de Souza, Rafael Martins Nascimento, Rodrigo Chagas, Tárcio Rosa Siqueira e Zaelton da Costa Nascimento. A cerimônia de ordenação será transmitida ao vivo pelo canal de Youtube da Arquidiocese de Vitória.

1 visualização
SOBRE NÓS

Somos uma paróquia com atividades espirituais e sociais, sempre clamando a Deus por um novo pentecostes e ouvindo o grito dos excluídos.

LOCALIZAÇÃO

(88) 9 9747 7581

Rua Antônio Muniz

Cruz/CE - CEP 62595 - 000

 

pascompsf2019@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2020 Paróquia São Francisco de Assis, Cruz  - Ceará , Pastoral da Comunicação .